Ressonâncias da Mensagem do Graal 2

de Abdrushin


1.LIVRO ◄ ► 2.LIVRO
Deutsch
English
Francais
Español
Русский
Česky
Índice


2. A ferida

É necessário que se fale uma vez da ferida que enfraquece constantemente os portadores da Cruz da Verdade! Já há muito tempo pensais e cismais a esse respeito e não a reconhecestes.

Isto não diz respeito apenas à Montanha, mas também às baixadas! Não quero ter seres humanos como os devotos das igrejas, que, escutando comodamente, absorvem a Palavra, para se deleitarem docemente com ela, para apreciá-la, mas sim, quero seres humanos, que são capazes de, em alegre atuar, edificá-la dentro de si, para que se torne um burgo firme, um templo puro de Deus!

Exijo vivacidade de cada um, a quem é permitido receber a minha Palavra, se é que deva trazer-lhe proveito!

Se vós fôsseis assim, então não mais apresentaríeis a ferida, que constantemente vos enfraquece. Já há muito estaríeis curados dela. Assim, porém, ela ainda vos oprime e atua de modo paralisante sobre todos os movimentos do espírito!

Quero dizer-vos o que é: falta-vos, apesar de todo o saber, apesar da melhor boa vontade, ainda a convicção arrebatadora do último reconhecimento no grande acontecimento da Luz, ao qual quereis servir!

Esta é a ferida aparentemente ainda incurável, que Lúcifer causou à humanidade, o elo, que ainda continua a manter firmemente atados ela e vós com força férrea às trevas, a ferida aberta, que não quer fechar-se para uma resistência firme contra todo o mal, mas que oferece sempre de novo um ponto fraco, onde as trevas podem dar golpes, que são capazes de atuar obstruindo ou até destruindo sobre o luminoso desejado por vós.

Compreendeis do que se trata? Falta-vos convicção da onipotência de Deus, a qual está convosco, se atuardes no serviço do Graal! E pela falta dessa convicção, tolheis os efeitos, que deveriam manifestar-se vitoriosamente através de vós em todo o vosso atuar, até em vosso pensar!

Onde quer que fordes repelidos, onde ao vosso atuar e querer não raiar a vitória incondicional, sois vós unicamente os culpados, pois lá vos faltou a força da convicção, com a qual tendes que vencer!

Vós servis a Deus com vosso querer, vosso atuar, e Deus está convosco, se estiverdes firmes na vontade Dele e não interpuserdes o vosso querer!

E se todos os poderes desta Terra se reunirem contra vós, nada poderão conseguir, enquanto vós seguirdes e executardes a vontade de Deus, o que ela vos determina! Quando aparentemente determinações terrenas quiserem contrapor-se, não temais; pois se iniciardes confiantemente o vosso trabalho, sem desvios, sem medo e sem dúvidas, então os impedimentos dissolver-se-ão em nada e vos advirá o sucesso que almejais, em todo o caso! Assimilai o que está contido nestas palavras, elas se cumprirão.

Também não esqueçais que a onisciência vos guia, a qual permanece muito acima de todo o saber humano, guia com visão ampla para os alvos certos e reconhece cada efeito final de tudo que está em andamento!

Tantos de vós, pessoalmente, já muitas vezes vivenciaram coisas terrenalmente inacreditáveis. Como até agora já se evidenciou em coisas pequenas, as quais, no entanto, eram maiores do que imaginais, assim também ocorre com as coisas mais difíceis, aparentemente insuperáveis! Onde quer que um poder humano queira contrapor-se a vós de modo impeditivo, aí então lembrai: convosco está a onipotência, que é muito maior do que qualquer poder, e à qual nada na Criação inteira pode se contrapor de modo obstrutivo!

O ser humano contra Deus! Como pode aí restar uma pergunta sobre o resultado e o fim!

A consciência da convicção firme, porém, ainda vos falta. Disso vos impede vosso intelecto torcido, com o qual Lúcifer vos agrilhoou. Unicamente o intelecto não vos deixa lutar no sentido certo, não vos deixa ser verdadeiros combatentes em prol da sagrada vontade de Deus aqui na Terra!

Tão logo determinações e concepções humanas se oponham a vós, já recuais desanimados na falsa convicção de que não seríeis capazes de superá-las e vos tornais fracos nisso, não vos animais para a luta!

Mas todo Estado, que realmente estiver disposto a construir, favorecerá a minha Mensagem e o movimento desta, nunca oprimirá; pois ela eleva os seres humanos e a cultura.

Avançai com passo firme, sem medo, na sagrada convicção de fé inabalável na onipotência de Deus, que está convosco, e tudo o que estiver diante de vós, que queira obstruir, dissolver-se-á por si e até vos ajudará favorecendo para alcançar o sucesso!

Quando tiverdes chegado a tal ponto dentro de vós, somente então podereis tornar-vos os verdadeiros auxiliadores para a humanidade, a fim de guiá-la para o alto, rumo à Luz com a Palavra.

Combatentes da Luz, porém, deveis ser vós todos, do primeiro até o último portador da sagrada Cruz! Contudo, não há um único entre vós, nenhum sequer no pleno sentido e na força, como poderia estar e também já teria que estar! Tão devastadoramente o atamento do intelecto tem vos corroído desde a época terrena de Jesus!

Não deveis tornar-vos combatentes, que jogam bombas e granadas e matam seres humanos, jamais deveis trazer destruição a vossos semelhantes, mas, sim, deveis golpear com a espada da convicção, atrás da qual se encontra a onipotência de Deus, a Quem nenhuma resistência pode se opor! O que vos dei e sempre de novo vos dou, é a vitória incondicional!

Tudo podeis superar aqui na Terra, se quiserdes, e se agirdes na convicção. Sois invencíveis, cada palavra tornar-se-á ação também convosco, tão logo pronunciada de maneira certa, isto é, com a consciência daquela elevada força, que atua convosco.

Tudo vos dei nesse sentido, apenas vós não o utilizais, porque ainda sangrais pela ferida, que vos enfraquece e não deixa tornar-vos combatentes!

Ó desalentados, aos quais já foram dadas coisas tão indizivelmente grandes, eu vos conheço e sei que novamente não sabeis utilizá-las, mesmo se finalmente as tiverdes compreendido, porque então procurais nova e imediatamente comprimi-las numa estreiteza.

Como eram grandes, outrora, os seres humanos simples, que se decidiram a seguir a Palavra de Cristo, ouvi-la sedentos, sem diminuí-la no cismar desperdiçador de tempo e energia do intelecto torcido! Tomai ainda hoje como exemplo aqueles, aos quais não pôde ser dada diretamente a elevada força, que foi dada a vós, aqueles, que não puderam ser educados penosamente para um novo ser, como aconteceu convosco.

Eu o facilitei para vós, por essa razão o tomais também tão levianamente e não vos conscientizais da enorme seriedade que está ligada a cada palavra.

Agora, porém, o tempo urge, que avança irresistivelmente no seu desenrolar. Se vós agora não assimilais finalmente também o âmago da Palavra, então a espada, que cada um de vós recebeu com isso nas mãos, ferirá a vós próprios, se não quiserdes tornar-vos aptos a usá-la. Ela mover-se-á sem o vosso querer! Dirigi-a bem, senão ela vos ferirá. Permanecer inativos, não podeis, isso a força, que agora enviei para a Criação, não permite.

E é lei sagrada no Graal, que será vencido, derrotado, ferido, aquele que vacila por um momento sequer em sua convicção e em seu atuar, que não se dominar a prosseguir com inabalável serenidade e com o olhar voltado para Deus. Já muitas vezes chamei a atenção para a lei, por constituir sempre a condição fundamental, na qual se origina o sucesso e a vitória.

Não vos acomodeis ao pensar que a onipotência já atuará através de vós, onde ela deve!

A onipotência flui! Nisso tendes toda a razão. Ela trabalha também sem vós e conduz tudo até o final determinado por Deus, no tempo exato, sem um único segundo de atraso. Contudo, destroços teriam que cobrir esse caminho, que não são necessários! Por isso, cada trajeto deverá, antes, ser aplainado por vós. Vós sois convocados para cooperar na edificação sobre a Terra, e ainda salvar seres humanos, que teriam de se perder sem a vossa ajuda, visto que não acordariam por si próprios.

Vós deveis ajudar a preparar todos os caminhos terrenos, para que os auxílios possam ser dados a tempo, assim, como é necessário para a humanidade terrena. Nisso, não se trata sempre da Palavra e sua divulgação, mas também de necessidades puramente terrenas de uma construção.

Seja o que for que o convocado faça nesse sentido, em tudo tem de se chegar com a inabalável convicção de uma vitória incondicional, do mais completo sucesso!

A força da Luz empurra os obstáculos para o lado, assim que vós seguirdes inabalavelmente o caminho que vos será indicado. Se vós próprios não recuardes assustados diante dos aparentes impedimentos, esses jamais conseguirão se fazer valer!

Através de vossa segurança interior da convicção, a onipotência de Deus pode fluir e forçar a vitória para vós por toda parte, em tudo, o que empreenderdes no serviço para o Graal!

Assim é o processo. Com vossa atuação tereis que proporcionar os canais, que dirigem o avanço dessa onipotência para determinados pontos. E isso só pode ocorrer através da nítida segurança da mais pura convicção. Então vivenciareis um milagre após outro, um sempre maior do que o outro!

Contudo, não caiais aí na leviandade, nem na superficialidade ou até na arrogância para com os seres humanos, mas sim permanecei sempre espiritual e terrenalmente vigilantes! Começai apenas primeiro seriamente com isso, e logo a vossa segurança nisso aumentará, tornar-se-á invencível, de modo que os seres humanos reconhecerão, estupefatos e admirados, que Deus de modo nitidamente visível está convosco!

Sempre de novo, porém, procurais introduzir o antigo pensar habitual, que para vós, convocados, tem que permanecer como passado; pois sois tirados do antigo e aparelhados com capacidades e forças supra-terrenas. Deixai-a finalmente atuar, esta força!

Agi com convicção firme, de que a onipotência de Deus está convosco, e todas as preocupações ficarão longe de vós. Enquanto elas chegarem até vós, é porque vós próprios as apoiastes com vosso desalento!

Quem mostra desalento, esse não compreendeu a grandeza do acontecimento. Esse não sabe das graças de que participa a cada nova hora, esse também jamais poderá tornar-se um verdadeiro combatente de Deus aqui na Terra.

Sabeis, agora, o que é um combatente de Deus? Não deveis manter discussões desnecessárias nem efetuar ações brutais, mas sim executar vosso trabalho na mais límpida confiança na onipotência de vosso Deus. Pouco importando a espécie do trabalho. Ele será, no serviço do Santo Graal, sempre somente construtivo, nunca destrutivo, trará somente bênçãos, jamais sofrimento!

Vossas conduções são de espécie tão extraordinária, que jamais poderão ser compreendidas pelo intelecto humano terrenal. Por esse motivo, vosso espírito tem que se subordinar à condução! Mais vida, maior entusiasmo tendes que deixar surgir em vós, e em tudo sereis facilmente bem sucedidos!

Contudo, ninguém deve tornar-se ele próprio presunçoso; pois unicamente a intervenção da Luz trar-vos-á vitória! Se confiardes ilimitadamente na Luz! Quem quiser intrometer-se como o vitorioso, esse provoca logo uma paralisação em tudo, cria dificuldades e a vitória lhe será negada.

Transmiti finalmente, aos que procuram, daquilo que sempre vos dei em rica abundância! Para que, fluindo, seja capaz de iniciar o indispensável movimento circular, que o deixa passar, qual uma avalanche, através das almas e dos mundos! Tende com eles aquela paciência, que encontrastes em mim, esforçai-vos em compreender vossos próximos, como eu tive de esforçar-me em relação a vós, a fim de abrir-vos um caminho para os jardins luminosos de Deus, o qual também vós, como todos os demais, já havíeis perdido completamente, seguindo, em vez dele, caminhos errados.

Vós deveis ser agora os doadores, os que guiam para cima, para fora de toda aflição! Contudo, não o conseguireis, se mantiverdes as pontes içadas. Dai-vos aos seres humanos, como eu me dei a vós! Então, sereis verdadeiros combatentes de Deus aqui na Terra! Só então cumprireis vossa missão!

Uma alegre aclamação já despertou muitos espíritos, um sorriso já acalmou muitas dores, e um olhar compreensivo já inspirou autoconfiança em muitas almas fracas!

Como fostes tão pobres até agora em vossa riqueza espiritual, porque não quisestes utilizá-la, para que outros pudessem alegrar-se e deleitar-se com ela! Unicamente a alegria de outros atua vivificando e refrescando de forma nova sobre o espírito! Vós sois os recebedores, quando, com ânimo alegre, tornais felizes os que anseiam espiritualmente, quando estimulais os temerosos e fortaleceis os fracos! Para isso dei-vos tudo e exortei-vos, para que multiplicásseis as dádivas que vos foram legadas!

Sei que em muitos dentre vós somente ainda se fazia necessária agora esta palavra, para tirar os últimos véus do tatear do vosso querer, para que agora tudo possa tornar-se ação conscientemente objetiva, que aguardava um despertar dentro de vós!

Sede, agora, combatentes e doadores! É chegada a hora!

Deixai a vida ressurgir em vós a partir desta hora! Eliminai qualquer desânimo de vossas almas e agi na força do Senhor!

Fechai a ferida, que até esta hora sempre ainda tínheis em vós, para que possais rechaçar finalmente todas as dúvidas do intelecto. Se não o conseguirdes no mais curto lapso de tempo, será tarde demais para vós!

Por isso, que arda dolorosamente a vossa ferida, que ainda tendes em vós! Que através da dor ela vos torne finalmente aptos para a sagrada luta terrena, para que agora o espírito em vós possa, enfim, ressuscitar flamejando!

Ressonâncias da Mensagem do Graal de Abdrushin


Índice

[Mensagem do Graal de Abdrushin]  [Ressonâncias da Mensagem do Graal] 

contato