Na Luz da Verdade

Mensagem do Graal de Abdrushin


1.LIVRO ◄ ► 2.LIVRO
Deutsch
English
Francais
Español
Русский
Український
Magyar
Česky
Slovensky
Índice


90. O anticristo

Seres humanos! Quando soar a hora, em que segundo a vontade divina tiver que se processar na Terra a purificação e separação, atentai então para os sinais a vós prometidos, em parte sobrenaturais, que surgirão no céu!

Não vos deixeis confundir então por aquelas criaturas humanas e também igrejas, que há muito já se entregaram ao anticristo. É triste que nem sequer as igrejas tenham sabido, até então, onde deviam procurar esse anticristo que, contudo, já tanto tempo age no meio de todos os seres humanos. Um pouco de vigilância, e eles tinham de reconhecê-lo! Quem pode, pois, agir de modo mais anticristão do que aqueles que outrora combateram o próprio Cristo e que por fim também o assassinaram! Quem podia mostrar-se pior e também mais nitidamente contra Cristo!

Foram os portadores e representantes da religião terrena, aos quais a legítima doutrina de Deus, apresentada e trazida pelo Filho de Deus, não se enquadrava em sua própria estrutura. A verdadeira mensagem de Deus não podia se coadunar com isso, já que a estrutura dos dignitários eclesiásticos terrenos estava direcionada em primeira linha para a influência terrena, para o poder e expansão terrenais. Bem nitidamente demonstravam com isso que eram servos do intelecto humano, que está direcionado unicamente para o saber e o poder terrenais, sendo inimigo e contrário a tudo o que se situa além da compreensão terrena! Como Deus permanece inteiramente além da compreensão do intelecto terreno, e também o espiritual, então, é exatamente o intelecto o único empecilho verdadeiro! É, por isso, em sua espécie, também adversário de tudo o que é divino e de tudo o que é espiritual! E, por conseguinte, com ele todos os seres humanos que consideram seu intelecto como o mais elevado e mais sublime, procurando confiar somente nele!

Os representantes da religião daquele tempo temiam perder influência junto ao povo, devido aos esclarecimentos do Filho de Deus. Esse foi, como hoje todos sabem, o motivo predominante para as calúnias que procuraram espalhar contra Cristo e, por fim, também para a execução do Filho de Deus. Pregaram-no na cruz, como blasfemador de Deus, aquele, que fora enviado para esclarecimento por esse mesmo Deus, do Qual se faziam passar como servos!

Tão pouco eles conheciam na realidade esse Deus e Sua vontade, ao Qual servir, queriam fazer crer aos seres humanos, em Cuja honra, em Cuja defesa terrena, porém,... assassinaram esse Filho de Deus, o enviado de Deus!

Mostrou-se como conseqüência funesta disso, que eles eram escravos do seu intelecto terreno, o qual apenas lutava pela própria influência. Entregaram-se como instrumentos a serviço do anticristo, ao qual, dentro de si, sem alarde, haviam soerguido um trono. Pois nisso encontravam satisfação para fraquezas humanas, como a presunção, o orgulho, a sua vaidade.

Quem espera uma prova mais clara não pode ser auxiliado; pois algo mais contrário a Cristo, o Filho de Deus, e suas Palavras, não existe! E anticristo significa, pois, o lutador contra Cristo, contra a redenção dos seres humanos pela mensagem de Deus. O intelecto terreno impeliu-os a isso! É justamente este, como uma planta venenosa de Lúcifer, um instrumento dele, que se tornou o mais perigoso para a humanidade! Por isso, outrora, o exagerado cultivo do intelecto humano transformou-se no pecado hereditário para o ser humano! Atrás dele, porém, encontra-se o próprio Lúcifer, como anticristo em pessoa! É ele, que por meio das criaturas humanas pôde erguer a cabeça! Ele, o único real inimigo de Deus! Ele adquiriu para si o nome de anticristo, pela luta hostil contra a missão do Filho de Deus. Nenhum outro teria tido a força e o poder para se tornar o anticristo.

E Lúcifer serve-se aqui na Terra, na sua luta contra a vontade de Deus, não apenas de um ser humano, mas de quase toda a humanidade, a qual, com isso, sob o efeito da ira divina, ele conduz também ao descalabro! Quem não puder compreender isto, o mais evidente, que somente o próprio Lúcifer podia ser o anticristo, aquele que ousa opor-se a Deus, jamais poderá compreender algo de tudo quanto se passa fora da matéria grosseira, isto é, fora do puramente terrenal. Um tal ser humano já hoje deve considerar-se perdido.

E da mesma forma que foi outrora, continua sendo ainda hoje! Até mesmo muito pior. Também hoje muitos representantes das religiões quererão lutar exasperadamente, a fim de manter nos templos e nas igrejas as regras do intelecto terreno até agora executadas.

Justamente esse intelecto humano, que restringe todas as intuições mais nobres, é, entre outras, a mais perigosa das plantas cultivadas por Lúcifer, que ele pôde disseminar pela humanidade. Todos os escravos do intelecto são, porém, na verdade, servidores de Lúcifer, cúmplices da monstruosa ruína que devido a isso tem de cair agora sobre a humanidade!

Como, no entanto, nenhum ser humano procurava o anticristo sob o intelecto, a sua nefasta expansão era tanto mais fácil! Lúcifer triunfou; pois dessa forma excluía a humanidade de toda e qualquer compreensão de tudo aquilo que se encontra fora da matéria grosseira. Da verdadeira vida! Do lugar onde se inicia o contato com o espiritual, que conduz à proximidade de Deus!

Com isso, colocou o seu pé em cima desta Terra como senhor da Terra e da maior parte da humanidade!

Por isso, também não era de admirar que ele tivesse podido avançar até os altares, e que representantes terrenos das religiões, inclusive de igrejas cristãs, tornassem-se suas vítimas. Também eles esperam o anticristo somente próximo do Juízo anunciado. A grande revelação na Bíblia ficou assim incompreendida até agora, como muitas coisas mais.

Diz a revelação que esse anticristo erguerá sua cabeça antes do Juízo! Não, porém, que ainda virá! Se, portanto, nela está declarado que ele erguerá a cabeça, isso mostra que ele já deve estar aqui, e não, porém, que ainda virá. Ele terá o auge do seu domínio pouco antes do Juízo, eis o que se diz com isto!

Vós, que ainda não vos tornastes espiritualmente surdos nem cegos, escutai este brado de advertência! Dai-vos ao trabalho, de vós mesmos refletirdes bem seriamente; pois isso agora será exigido de vós! Se nisso ainda continuardes acomodados, então, vós próprios vos dais por perdidos!

Tão logo alguém tira a cobertura protetora do esconderijo de uma serpente venenosa e esta repentinamente se vê exposta, então naturalmente procura dar um bote para picar a mão sem consideração.

O mesmo sucede aqui. Vendo-se assim descoberto, o anticristo há de logo querer reagir por meio de seus servos, gritar ao sentir-se desmascarado e procurar por todos os meios possíveis manter-se no trono, que a humanidade de bom grado lhe ofereceu. Tudo isso, no entanto, ele só consegue através dos que no íntimo o adoram. Assim sendo, observai à vossa volta com toda a atenção, quando principiar a luta! Será exatamente pela gritaria que havereis de reconhecê-los com mais segurança, cada um dos que lhe pertencem! Pois esses hão de novamente caminhar no antagonismo como antes, com medo de uma Verdade límpida!

O anticristo tentará, de novo, manter obstinadamente sua influência sobre a Terra. Atentai à sua falta de objetividade na defesa e no ataque; pois novamente há de trabalhar apenas caluniando e lançando suspeitas, porque seus adeptos não conseguem fazer outra coisa. Apresentar-se diante da Verdade e contradizê-la, não é possível.

Assim, os servos de Lúcifer quererão, desta vez, designar o enviado de Deus como o anticristo, como blasfemador de Deus, exatamente como outrora com o Filho de Deus! E, todavia, cada um deve reconhecer nisso apenas uma defesa fraca, que carece de qualquer lógica. Como se pode designar de anticristo aquele que desmascara Lúcifer, e força vir à tona as suas maquinações. Isso é apenas uma nova forma para o fato de ter apresentado o Filho de Deus como blasfemador de Deus, apenas porque os seus esclarecimentos não se identificaram com as opiniões dos seres humanos. Onde ocorrer tal tentativa, aí deveis ficar bem atentos; pois, com isso, tais criaturas humanas visam apenas proteger Lúcifer, de modo a manter seu domínio sobre a Terra. Lá se encontra um foco das trevas, mesmo se os seres humanos externamente costumam vestir roupas terrenas claras, mesmo se são servidores de uma igreja.

Não olvideis os acontecimentos no tempo terreno do Filho de Deus, mas ponderai que ainda hoje o mesmo anticristo se esforça com número ainda muito maior de adeptos para conservar seu domínio terreno, escapar à destruição e continuar a escurecer a verdadeira vontade de Deus.

Por isso, atentai bem a todos os sinais que são prometidos! Pois é chegado o momento da derradeira opção para cada um. Salvação ou perdição! Pois desta vez é da vontade de Deus que se perca o que se atrever mais uma vez erguer-se contra Ele e Seu mensageiro!

Toda e qualquer negligência nisso transformar-se-á agora para vós em juízo! – Os sinais de Deus não estarão sobre nenhuma igreja, nenhum dignitário eclesiástico terreno portará as credenciais de que ele é emissário de Deus! Mas tão-somente aquele, que está indissoluvelmente unido aos sinais e que os traz, por conseguinte, também vivos e luminosos consigo, como outrora o Filho de Deus, quando viveu nesta Terra. É a Cruz da Verdade, viva e luminosa nele, e a Pomba pairando sobre ele! Tornar-se-ão visíveis a todos os que foram agraciados de ver o que é espiritual, a fim de testemunhar perante todas as criaturas humanas na Terra; pois haverá, entre todos os povos, aqueles aos quais dessa vez será dado “ver”, como última graça de Deus! — — —

Esses altos sinais da Verdade sacrossanta jamais se deixarão simular. Isso também o próprio Lúcifer não consegue, o qual tem de fugir deles, e muito menos um ser humano. Quem, portanto, ainda quiser se opor a essa credencial de Deus, este se coloca doravante contra Deus, como inimigo de Deus. Comprova, com isso, não ser, nem nunca haver sido servo de Deus, pouco importando o que procurou aparentar até então na Terra. Ele é um servo de Lúcifer, do anticristo, como escravo do intelecto que, juntamente com este, será submetido agora ao Juízo, pela vontade de Deus!

Acautelai-vos, para que não pertençais a esses também!

Mensagem do Graal de Abdrushin


Índice

[Mensagem do Graal de Abdrushin]  [Ressonâncias da Mensagem do Graal] 

contato